Ravel Almeida

Fundador do QG MARKETING.
  • Post last modified:29 de outubro de 2019

A Black Friday é a segunda data mais importante para o mercado em termos de vendas, perdendo apenas para o Natal. E  2019 será um marco para o evento em nosso país, pois segundo pesquisa do Google, pela primeira vez o número de compradores em lojas físicas irá  se igualar ao número de compradores online. Se você pretende faturar alto e aproveitar a data, este artigo é para você.

Trouxe os melhores dados de pesquisas com base em buscas para entendermos de que maneira o consumidor irá se relacionar com a Black Friday, além de mostrar os caminhos que irão ajudar sua marca a ganhar eficiência e resultados no planejamento de estratégias e  com inteligência de mercado para a data.

Capa post venda mais da black friday principais dados para você se preparar e vender mais 2019

AS VENDAS ONLINE E FÍSICAS SERÃO IGUALADAS NESSA BLACK FRIDAY

Este ano será um marco histórico para o evento no brasil, pelo fato das vendas no físico praticamente se igualarem as vendas do online, é o que aponta uma pesquisa do Provokers que revela que 38% dos consumidores pretendem comprar online, enquanto 37% irão as ruas. A pesquisa ainda traz destaque para o multicanal (pessoas que pretendem comprar online e físico) representando 25% dos consumidores.

SAIBA AS MAIORES OBJEÇÕES QUE FAZEM O PÚBLICO NÃO COMPRAR NA BLACK FRIDAY, VENÇA ELAS.

Este ano, o conhecimento do público sobre a Black Friday é de 100%, diferente do ano de 2014 quando apenas 27% da população tinha algum conhecimento sobre. Em levantamentos, foram identificadas as objeções que levam alguns compradores a não comprar no evento ou na loja.

Outro dado importante para você considerar em suas estratégias para vencer as maiores objeções é que 40% dos pesquisados possuem algum receio de passar por uma fraude, enquanto 38% gostam de ver os itens pessoalmente e 23% não querem gastar com frete no caso das compras onlines.

DESTAQUE PARA A CLASSE C QUE REPRESENTA 88% DAS COMPRAS FÍSICAS

Com o alcance do conhecimento de 100% da população sobre a Black Friday ganha grande destaque a classe C por ter protagonizado sua estréia já no último ano.

SEJA NO FÍSICO OU NO ONLINE AS COMPRAS COMEÇAM NA INTERNET COM PESQUISAS

No geral, o consumidor começa a pesquisa vários meses antes, tendo o maior pico de buscas na internet um mês antes. Os produtos de maior valor agregado são pesquisados e planejados com antecedência pelo consumidor, enquanto itens mais simples, como roupas e calçados são pesquisados com maior frequência na semana da data.

Com esse cenário há de se esperar sempre um comprador mais consciente que busca analisar todos os detalhes e levar em conta suas reais vantagens competitivas.

Para superar os desafios de planejar seu marketing e largar com diferenciais competitivos que farão você vender muito, faça parte do nosso grupo exclusivo para empresários que querem vender mais.

LINK GRUPO VENDAS MAIS BLACK FRIDAY

 

PREÇO É IMPORTANTE, MAS NÃO É O ÚNICO FATOR DE DECISÃO NA HORA DA COMPRA

Quando perguntado aos entrevistados quais os atributos mais importantes além do preço na compra online, 19% do público diz que o tempo de entrega é o atributo mais relevante enquanto 10% respondeu sobre a importância da experiência por exemplo, em ter um atendimento no site em tempo real.

A BLACK FRIDAY É OMNICHANNEL: O FÍSICO E ONLINE SE INTEGRAM E SE MOLDAM AO CONSUMIDOR

No ano de 2019 a mesclagem entre as buscas e compras online com o físico, será grande. Pessoas que interagem em redes sociais como o instagram ou facebook, interagem com marcas e produtos durante a jornada de compra. Algumas categorias físicas deverão ganhar destaque este ano por preferência do consumidor em comprar fisicamente determinados itens como apresentados a seguir.

DADOS DE EDIÇÕES ANTERIORES PARA VOCÊ APLICAR NESTE ANO E SAIR NA FRENTE

Algumas dicas com base em dados do Google e outras grandes fontes para você ficar pronto para arrebentar nesse ano.

ESTEJA PRESENTE DESDE O INÍCIO

Os caminhos percorridos pelo consumidor nem sempre são monitorados, afinal ele segue por muitas vezes um caminho orgânico. Ele certamente não se guia apenas por um evento ou uma promoção.

Os dados mostraram que planejamento é uma das mais importantes etapas dos consumidores mais racionais e dispostos a fazer boas pesquisas sobre o que comprar na sexta-feira. Já que a concorrência é alta – e a fidelidade do consumidor nem sempre é garantida – trabalhar com antecedência em cada etapa da jornada, interpretando todos os sinais de intenção, é uma forma de se destacar e criar relações mais profundas com o seu público.

 

Com o aprofundamento do consumidor sobre os itens e seus preços, abre-se espaço para a compra de itens de marcas desconhecidas. O que revela que pessoas estão dispostas a investir em novas marcas no mercado, começando uma nova relação com marcas e produtos.

NÃO PLANEJE SÓ A BLACK FRIDAY, PLANEJE A TEMPORADA INTEIRA DE VENDAS

Com a chegada do ano e ações de mercado que buscam aquecer o consumo, a Black Friday é a porta de entrada da temporada, por isso não se limite. Algo que tem sido cada vez mais frequente no Brasil é o Cyber monday (a segunda feira de compras após a black friday), com o 13º salário, temos a chegada do Natal,  Ano novo e o Saldão. E aí agora é dada a largada nessa grande temporada de compra e venda. 

Partindo dessa data em diante você poderá contar com nossos dados, conteúdos e estratégias para te dar insights e mostrar a oportunidade atrás dos hábitos e dados de consumo.

Um outro dado relevante é que 70% dos consumidores voltaram a comprar na mesma loja depois de fazer a 1ª compra durante a Black Friday. Por isso pense além do momento, crie sua base de clientes e defina meios de continuar se relacionando com eles.

OUTROS DADOS PARA VOCÊ TER EM MENTE E APROVEITAR

  • Faturamento online da Black Friday: R$ 13 bilhões em 2018, R$ 13,5 bilhões em 2019 (estimativa);
  • Crescimento em relação a edições anteriores: 2017 para 2018, 9%; 2018 para 2019, 4% (previsão);
  • 92% das pessoas disseram que comprarão na Black Friday 2019;
  • Estimativa de 12% de crescimento no varejo físico nacional;
  • Previsão de 47% de compradores com preferência em uma jornada online e offline.

LINK GRUPO VENDAS MAIS BLACK FRIDAY